Baita captação!
Projeto da Ecopistas poderá captar até R$ 1,1 bilhão em debêntures incentivadas

Com a autorização do Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, a concessionária Ecopistas, responsável pelo corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, em São Paulo, poderá captar até R$ 1,1 bilhões para financiar obras de ampliação e manutenção das rodovias. Assinada pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, a Portaria 168/2023, que permite o financiamento, foi publicada na edição desta quarta-feira (1) do Diário Oficial da União (DOU).

Alternativa às fontes tradicionais de financiamento, as debêntures incentivadas são um mecanismo de funding de longo prazo, via mercado de capitais, destinado a financiar projetos de infraestrutura considerados prioritários pelo Governo Federal. Essa iniciativa reduz taxas sobre o imposto de renda de empresas e de pessoas físicas — neste caso, ficam isentas do imposto de renda sobre os resultados dos recursos.

Agora, a Ecopistas terá dois anos para captar os recursos e, na sequência, realizar as obras previstas no projeto aprovado pelo Governo Federal. Fazem parte da proposta a implantação de faixa adicional do km 45 ao km 56; obras de revitalização de pavimento; conservação especial de 213 obras de arte especiais; implantação de elementos de segurança ao longo de toda rodovia; e revitalização e substituição de equipamentos e sistemas de controle.

“Esse instrumento é um incentivo fundamental para ampliarmos a participação privada nos projetos de infraestrutura no país. Vamos seguir atuando fortemente para desenvolvermos cada vez mais projetos em parceria com os empresários do setor”, afirmou o ministro Renan Filho.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Novas tarifas!

Novas tarifas!

Tarifas de linhas semiurbanas de diversas regiões do país são atualizadas

Quase real!

Quase real!

Honeywell melhora sua experiência de treinamento industrial com tecnologia de realidade aumentada

+ categorias