Alíquotas reduzidas!
Setor de transporte rodoviário de cargas pede alíquotas reduzidas na reforma tributária

Representantes do setor de transporte rodoviário de cargas defenderam na última quarta-feira (21) a inclusão na reforma tributária (PECs 45/19 e 110/19), em discussão na Câmara dos Deputados, de medidas dirigidas ao setor, que responde pela movimentação de mais de 60% de tudo que é produzido e consumido no Brasil.

As empresas reivindicam uma alíquota reduzida do novo imposto sobre bens e serviços (IBS) para os diferentes modais do setor (rodoviário, aquaviário, ferroviário e aéreo). O IBS é um dos tributos criados pela reforma. Também querem o creditamento do imposto embutido nos combustíveis adquiridos para a frota.

Reforma tributária: o que está em discussão

O assunto foi debatido na 22ª edição do Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas, realizado pela Comissão de Viação e Transportes, em parceria com a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) e a Federação Interestadual das Empresas de Transporte de Cargas (Fenatac).

Atenção

O presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Vander Costa, afirmou que a reforma tributária é essencial para o País voltar a crescer, mas pediu atenção especial ao setor. Ele apontou que os combustíveis são o principal insumo das transportadoras, e o texto em análise na Câmara não é claro sobre a possibilidade de creditamento.

Com informações Agência Câmara de Notícias

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Volare Fly 10 é 100!

Volare Fly 10 é 100!

Alexandre Turismo amplia frota para 100 veículos e celebra com Volare Fly 10

Agora é para valer!

Agora é para valer!

Mercedes-Benz eActros 600  começam os testes de campo em empresas da Alemanha

É muita madeira!

É muita madeira!

Manos Implementos lança o Megatrem Florestal. Equipamento transporta 80 ton com carga líquida de 240 ton

+ categorias