Janeiro para não esquecer!
Indústria de implementos rodoviários tem o melhor janeiro de emplacamentos em sete anos

Mês passado, além de bem chuvoso, trouxe também ótimas notícias para a indústria de implementos rodoviários. O setor iniciou 2022 apresentando o melhor volume de emplacamentos em janeiro dos últimos sete anos. No primeiro mês deste ano foram entregues 11.656 produtos.

“O resultado indica que podemos ter um ano promissor para os negócios da indústria”, afirma José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR-Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários. Para o executivo ainda é cedo para fazer qualquer previsão a respeito do desempenho do setor para este ano. “Com base no que tivemos ano passado podemos pensar inicialmente que poderemos obter este ano resultado de 5% a 10% superior ao apurado em 2021”, diz.

Série histórica – por volume de emplacamentos

Janeiro 2022 – 11.656

Janeiro 2021 – 11.169

Janeiro 2020 – 8.610

Janeiro 2019 – 8.040

Janeiro 2018 –5.331

Janeiro 2017 – 3.482

Janeiro 2016 –4.713

Janeiro 2015 – 8.338

Janeiro 2014 – 12.641

Segmentos. O primeiro mês do ano para o segmento de Reboques e Semirreboques não reflete a força dos mercados que são suas molas impulsoras. O desempenho de janeiro de 2022 foi de 6.724 unidades. Spricigo explica o momento de mercado: “Esse período antecede os negócios principais do segmento, como a safra e a retomada das obras públicas e privadas.”

Já o setor de Carroceria sobre chassis registrou variação positiva de 8,59%. “O resultado pode indicar que a economia nas cidades, ligada ao abastecimento dos pontos de venda do mercado de varejo, não perdeu ritmo e está recompondo suas perdas”, assinala o presidente da ANFIR. No primeiro mês de 2022 foram vendidos 4.932 produtos.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Diretor novo na DAF!

Diretor novo na DAF!

DAF Caminhões Brasil anuncia novo Diretor de Materiais e Logística

Duplica que desenvolve!

Duplica que desenvolve!

Duplicação da BR-101/SE vai desenvolver turismo na divisa do Sergipe com Alagoas

+ categorias