Andes já era!
Com uma Ram 1500, brasileira supera os 6 mil metros de altitude nos Andes

No comando de uma Ram 1500 Rebel original de fábrica, a pilota de rali Amanda Vasconcellos tornou-se no último dia 10 de abril a primeira brasileira a superar os 6 mil metros de altitude em uma picape 4×4, na Cordilheira dos Andes, um recorde histórico e homologado. Ao lado do expedicionário e também piloto Renato Perotti, ela atingiu exatos 6.018 metros, com ventos de 75 km/h e temperaturas negativas, de até – 7°C.

Para se ter uma ideia, essa altitude – cerca de 20 mil pés – é equivalente à de um voo em avião comercial. Ao longo da jornada, a falta de oxigênio sempre foi a grande preocupação, pois poderia afetar a capacidade física e cognitiva da equipe. Nesse quesito, o trabalho de aclimatação foi fundamental. E toda a aventura foi documentada na websérie “Desafio dos Andes”, cujo episódio inicial já está no ar aqui no YouTube. As oito partes restantes serão divulgadas ao longo das próximas semanas: episódios 2 a 5 em 15 de junho e os episódios 6 a 9 em 15 de julho.

Além das respostas do poderoso motor HEMI V8 de 5,7 litros e da autonomia do veículo com o grande tanque de 98 litros, outro ponto de atenção foi em relação ao desempenho dos pneus nos terrenos severos dos Andes. Para isso, a equipe pôde contar com a tecnologia e a robustez da linha Grabber, da General Tire, marca norte-americana integrante do portfólio da Continental Pneus e patrocinadora do projeto. 

Além da participação da Ram, que cedeu a picape, a conquista teve o apoio da TSO Brasil (empresa especializada em eventos automotivos) e foi realizada nos arredores do Bonete Chico, montanha no lado argentino da Cordilheira dos Andes, um dos locais mais inóspitos do planeta.

Amanda realizou o feito com uma Ram 1500 Rebel, eleita Picape do Ano 2022 pela revista Autoesporte e a mais potente da categoria no Brasil, com seus 400 cv, câmbio automático de oito marchas, tração 4×4 com reduzida e suspensão elevada, com amortecedores Bilstein. A caminhonete foi calçada com os pneus Grabber X³ na medida 33×12/50 R18, da General Tire. Seu desempenho superior na lama, na terra, em pedras e até na neve – condições enfrentadas no percurso – é resultado de inovadoras tecnologias incorporadas pela marca General Tire. Tanto o veículo como os pneus são completamente originais de fábrica e não passaram por qualquer modificação.

“Na Cordilheira tudo é imenso: as montanhas, o frio, o desafio. Só quem vive essa experiência de conduzir um 4×4 na altitude pode entender o tamanho do esforço e o significado dessa conquista. Aos 40 anos, essa vitória é um dos legados que deixo para as minhas filhas”, celebra Amanda.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
BR-135/MG impulsionada!

BR-135/MG impulsionada!

Pavimentação de trecho da BR-135 permitirá integração regional no norte de Minas Gerais

NTU se posiciona!

NTU se posiciona!

NTU pede medidas efetivas de estabilização do preço do diesel para evitar aumento da tarifa ou redução do transporte público

+ categorias