Transit com tudo para cima da concorrência!
Sem opcionais e completaça, utilitário da Ford tem atributos para conquistar o mercado

Já mostramos em nosso vídeo no canal do YT da Rede que a Ford Transit chegou para incomodar a concorrência. E chegou mesmo! O modelo comercializado por aqui antes figurou de 2009 e 2014 em nossas ruas e estradas e depois a marca parou de importa-la. É bem comum nos dias de hoje nos depararmos com vários modelos daquela época.

Hoje, ou melhor, final do ano passado, a montadora reviveu o utilitário que fez bastante sucesso por aqui. Agora, os modelos van para passageiros e carga vem direto do Uruguai, via fábrica da Nordex. Tive uma primeira impressão com eles e olha, ela é das melhores.

Características

No caso da furgão, motivo deste texto, ela oferece duas opções de modelos, ambos com teto alto: L2H3, versão de comprimento médio, com volume de 10,7 m3 e capacidade de 1.222 kg; e L3H3, versão de comprimento longo, com volume de 12,4 m3 e capacidade de 1.181 kg. Como não passa das 3.5 toneladas de PBT, habilitação B para o veículos.  Já na motorização, é o motor turbodiesel EcoBlue 2.0, que chega com a maior potência e torque do segmento – 170 cv e 39,7 kgfm –, além da tração traseira.

E ela vem bem recheada de série. Estamos falando por exemplo, do sistema AdvanceTrac, que inclui controle eletrônico de estabilidade e tração, controle de torque em curvas e anticapotamento, controle adaptativo de carga, assistente de partida em rampa e estabilização de vento lateral. Conta também com luzes de frenagem de emergência, sensor de estacionamento, airbags frontais e cintos de segurança de três pontos. Tem central multimídia Sync Move de 8” e direção elétrica.

Na lida

Logo ao entrar você já encontra uma boa posição de dirigir. A ergonomia é ponto forte. Claro, com utilitários cada vez mais “automobilizados”, fica mais fácil o dia a dia. Depois de virada a chave, hora de acelerar seja na estrada ou nas ruas. O torque máximo logo aos 1.750 rpm não deixa dúvidas e transmite confiança quando você precisar acelerar.

A direção elétrica cumpre bem seu papel e junto a transmissão de seis marchas com engates precisos e sem solavancos garante um rodar onde o motorista só vai se preocupar em carregar e descarregar durante o dia. Ah, junte-se a isso o bom giro do volante que deixa o veículo bem fácil de manobrar. Mesmo em espaço pequenos o ângulo de esterço é muito bom, evitando ir e vir para sair daquelas ruas mais estreitas.

A nova Transit na minha opinião é sem duvida uma carta muito dentro do baralho. Claro que tem concorrentes fortes como Sprinter, Master, Ducato, Daily, que não deixaram de vender seus modelos desde que chegaram. Esse hiato que a Ford deixou na minha opinião vai ter que fazer os executivos “rebolarem” mais e fazer um marketing bem forte no mercado. Predicados e ótimos predicados o veiculo tem!

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Porta de entrada!

Porta de entrada!

Rampage Rebel é discreta, tem motor potente, vende muito bem e de todas as versões é a melhor na hora de pensar em custo x benefício

Potência no trabalho!

Potência no trabalho!

Ranger XLS V6 não tem o luxo e as tecnologias das irmãs mais caras mas entrega performance única no segmento das picapes médias

Foguetinho da Fiat!

Foguetinho da Fiat!

Strada Ranch Turbo tem seus pecados mas novo motor e os anos de estrada estão fazendo muito bem para a picapinha da Fiat

+ categorias