Foguetinho da Fiat!
Strada Ranch Turbo tem seus pecados mas novo motor e os anos de estrada estão fazendo muito bem para a picapinha da Fiat

Dizem que os anos trazem maturidade e deixam as pessoas melhores. Não irei entrar nesta questão com humanos, mas sim acredito piamente quando o “objeto” dessa afirmação é um automóvel. É só olhar para a Fiat Strada e na hora você leitor (a) há de concordar comigo não? Pelo menos visualmente no design ela está “matadora”!

E escrevo aqui especificamente da Strada Ranch T200 turbo. Se a picapinha já vende igual agua, imagina agora com um motor que se encaixou perfeitamente nela. O novo propulsor está disponível nas versões Ranch e Ultra, que a Fiat deu uma copiada da irmã maior Toro. Nas outras versões segue o aspirado 1.3.

Mas vamos lá. Começando por fora, pelo menos para mim ela está mais bonita que a própria Toro. Tem para choques exclusivos, detalhes cromados, emblemas “Turbo” no para lamas e na tampa da caçamba. Está beeemm robusta e tudo muito harmonioso. Ponto para a equipe de design que acertou em cheio. Em suas medidas, são 4.44 m de comprimento, 1.73 m de largura, 1.60 m de altura e 2.73 m de entreixos. Na caçamba são 844 litros e a capacidade de carga 650 kg. E os pneus são de uso misto aro 16 205/55.

Por dentro, muito couro, muito marron nos bancos, nas portas, mas que combina bem com as cores mais escuras do painel. A versão traz direção elétrica, 4 airbags, ESP, faróis em LED, assistente d epartida em rampa, carregador de cel por indução, sensor de estacionamento traseiro, câmera de ré, ar condicionado automático e tela multimídia de 7”.

Rodas aro 16 e um design que deixa a Strada bem robusta

Faltam algumas coisas pelo preço que ela cobra como o ajuste de altura do volante que não tem profundidade, piloto automático, partida sem chave ou mesmo um porta USB-C. Também poderia já mudar o cluster. Este pelo menos para mim já deu. Analógico ainda deixa um ar de passado em uma veiculo bem evoluído. Não posso deixar de comentar que na parte traseira nada de abusos. Dois adultos de estatura média até que vai, mesmo que para um espaço quase que apertado para as pernas. Se tiver mais de 1.75 m de altura, a cabeça vai raspar no teto.

Virando a chave

Mas ao virar a chave você se depara com a cereja do bolo da Strada. O motor 1.0 turbo tricilindrico de 130 cv e 20,4 kgfm de torque aliado a transmissão CVT com simulação de sete marchas te traz sorrisos e uma ótima sensação ao volante. Ele enche rápido, você consegue fazer ultrapassagens facilmente e com segurança. Alias, até na saída se você pisar muito a Strada vai pular…segura o volante que ele até chega dar uma virada.

Cores no interior combinam bem mas cluster dá um ar de passado

No consumo, rodei com álcool e claro que ele cobra seu preço. Fiz média de 8.6 km/l. Com gasolina com certeza seria melhor. Tanto na cidade quanto na estrada, a picapinha tem ótima dirigibilidade. Na suspensão McPherson na dianteira nada de solavancos. Ele filtra bem as irregularidades. Agora atrás não tem jeito. A Strada primeiramente foi feita para trabalhar. Então o eixo de torção com feixe de molas vai pular mesmo. Ainda mais se tiver vazio.

Mas no entanto a Strada está cada vez melhor. Logico que falta algumas coisas como já mencionado mas não podemos esquecer q ela tem o DNA do trabalho. Por cerca de R$ 142 mil a Fiat deveria dar mais alguns “mimos” para ela. Mas se você precisa de uma picape com mais motor, as versões Ranch e Ultra vão te atender e bem!

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Porta de entrada!

Porta de entrada!

Rampage Rebel é discreta, tem motor potente, vende muito bem e de todas as versões é a melhor na hora de pensar em custo x benefício

Potência no trabalho!

Potência no trabalho!

Ranger XLS V6 não tem o luxo e as tecnologias das irmãs mais caras mas entrega performance única no segmento das picapes médias

Cada vez melhor!

Cada vez melhor!

Toro 2024 na versão Ultra tem conforto de sedã em uma picape 4×4 que alia uma boa performance sem ser escravo do posto

+ categorias